Terça, Setembro 02, 2014

OM MANI PADME HUM

OM...

Que eu seja portador da Verdade e que lea porte a mim.
Que eu seja como um espelho a refletir a Luz Divina.
Que eu seja como o vento, intocado e sempre o mesmo apesar das
diferentes fragrâncias que ele transporta.
 
MANI...

Que minha mente seja a pedra filosofal a transformar o cobre do
mundo no ouro da espiritualidade.
Que ela seja firme e diamantina, com clareza inigualável.
Que ela converta os diversos tons da Verdade no feixe Absoluto.

Padme...

Que minha mente se expanda e perceba cada vez mais a Consciência.
Que a Consciência se expresse no meu sorriso.
Que prajña (2) se faça presente nas cinco esferas. (3)

Hum...

Que a sua presença perceba a sublime fragrância da Compaixão.
Ó mente! Que tu seja como uma abelha enlouquecida pela Doce
fragrância!
Que tu pouse no coração de todos os seres e alimente-os.
E só pare quando todos estiverem cheios de todo o Vazio.
Aí, e somente aí, desvaneça-se e se torne Buddha, ó mente minha!

- Enki -
São Paulo, 02 de dezembro de 2002.

1. Om Mani Padme Hum (do sânscrito): Sua tradução literal é: "Salve a jóia no lótus". Esse é um mantra de evocação do bodhisattva da compaixão entre os budistas tibetanos e chineses. Om é a vibração do TODO. Mani é a "Jóia espiritual que mora no coração", ou seja, é o próprio espírito, atman, essência de Brahman. Lótus é o chacra cardíaco que envolve energeticamente essa jóia sutil. Hum é a vibração dessa compaixão do TODO vertendo a luz pelo chacra cardíaco a favor de todos os seres.
2. Prajña (do sânscrito): Sabedoria.
3. Cinco Esferas: Alusão ao sistema de chacras do Budismo tibetano, composto de cinco chakras e não sete.
IPPB – Instituto de Pesquisas Projeciológicas e Bioenergéticas
Rua Gomes Nogueira, 168 – Ipiranga – São Paulo – SP – CEP: 04265-010.
Telefones: (11) 2063-5381 ou (11) 2915-7351 das 12h às 18h (de 2ª à 6ª feira).
Informações sobre cursos e palestras: eippb@uol.com.br