Terça, Setembro 16, 2014

ESPIRITUALIDADE, ESPIRITISMO, RELIGIÃO E MATERIALISMO

Espiritualismo x Religião

Diante do mau entendimento geral de uma grande gama de pessoas, vamos explicar melhor alguns termos e conceitos.
Todo religioso é um espiritualista. Através de sua religião ele professa sua espiritualidade, porém posso ser um espiritualista sem religião.

Espiritualismo x Espiritismo

O Espiritismo é apenas mais uma religião e, como tal, se enquadra no que explicamos no item anterior.
Falar que se é Espírita Kardecista é uma redundância, assim como dizer "subir
para cima".
Espiritismo é a doutrina descrita por Alan Kardec, logo não há jeito de não
ser kardecista.
Dizer Espírita Umbandista está errado, o correto é Umbandista somente. A
Umbanda é apenas mais uma religião e não tem nada a ver com Kardec. Aliás, é bom deixar claro que existem terreiros que se dizem Umbandistas, mas trabalham para o mal. A Umbanda não trabalha para o mal, portanto qualquer coisa que trabalhe para o mal não é Umbanda, mas talvez seja Candomblé, Quimbanda ou
algo semelhante. Estas sim, trabalham para o bem ou para o mal, portanto podem ser danosas ou não, dependendo das circunstâncias.
É bom deixar claro que se você usa alguma forma de magia para prejudicar pessoas, você lida com entidades trevosas de baixíssima estirpe espiritual e será escrava delas depois que desencarnar.
É a lei do retorno ou karma.

Espíritos x Espíritas

Qualquer pessoa é um espírito, e não necessariamente Espírita.
Um Espírita é uma pessoa que professa a religião Espírita e quando
desencarnar, neste caso, será um espírito Espírita. Um católico quando desencarnar provavelmente será um espírito Católico.

Espírita x Mesa Branca

Os Espíritas se reúnem e estudam em volta de suas mesas. Estas mesas, ou melhor, as toalhas que as cobrem podem ser amarelas, rosas, azuis e até brancas ou outras cores. As mesas geralmente são marrons por causa do verniz de madeira. Então não há necessidade de dizer-se "espírita de mesa branca", deve-se dizer Espírita somente.

Espiritualista x Materialista

Todo espiritualista, seja religioso ou não, é também um materialista, senão
não conseguiria pagar o aluguel no fim do mês. A matéria, o trabalho, o dinheiro, os bens e as contas são todos materiais, e não há como e nem precisa de que o espiritualista abra mão destes. Há muitos tolos achando que o fato de se proferir espiritualista é obrigação de fazer tudo de graça.
Já o materialista não é espiritualista, pois não acredita na espiritualidade.
Existem muitos espiritualistas, que de espiritualistas, carregam somente o
rótulo, não acreditando ou praticando nada que dizem, lêem, escrevem ou ouvem. Estes são de fato materialistas.

Espiritualismo e Objetivos

A espiritualidade é condição natural e faz parte de todos os seres. O ateu, o agnóstico e o materialista, mesmo sem saberem e não desejarem, também são espíritos imersos nas mesmas leis evolutivas. A vida é espiritualidade, mas cada religião interpreta esta da forma que enxerga.
As pessoas se esquecem de perguntar qual o objetivo das religiões ou do
espiritualismo. A resposta é simples: a transformação do homem para melhor.
Freqüentar uma religião ou se rotular espiritualista, sem se transformar, não
vale nada, é apenas materialismo travestido de um rótulo. Eu arrisco a dizer que a maioria das pessoas se enquadra aqui.
Mais vale o ateu que trabalha no bem honestamente, do que o espiritualista só de
rótulo ou o religioso beato ou fanático. Na prática, este ateu, é um espiritualista, ele se transforma para o bem sem usar qualquer mecanismo religioso, livros, cursos ou rótulos.

- Dalton e Andréa -
 
 
IPPB – Instituto de Pesquisas Projeciológicas e Bioenergéticas
Rua Gomes Nogueira, 168 – Ipiranga – São Paulo – SP – CEP: 04265-010.
Telefones: (11) 2063-5381 ou (11) 2915-7351 das 12h às 18h (de 2ª à 6ª feira).
Informações sobre cursos e palestras: eippb@uol.com.br