1611 - CAMPO DE MAAT - AÇÃO E REAÇÃO... - II*

1611 campo de maat acao e reacao ii
 

 

 

CAMPO DE MAAT – AÇÃO E REAÇÃO... – II*
(Convém Ler com Atenção e Modéstia Verdadeira)
 
Nesse mundo, quem é perfeito?
Todos erram e o que vale é a lição que fica de cada situação.
Quem não aprende isso, precisa repetir a prova...
Ou seja, cada um receberá da vida tudo aquilo que precisar para crescer.
Isso é Lei da Vida e não há como fugir.
Que os homens teimosos e empedernidos se acautelem...
Pois Maat** salgará os seus caminhos com ajustes cármicos*** providenciais.
 
* * *
 
Quem é da Luz tem a aura bonita.
Quem faz o Bem é joia do Divino no mundo. 
Diante do olhar brilhante de Maat, até mesmo os hierofantes curvam a cabeça.
Convém ficar quieto diante da Senhora da Verdade.
Ai daqueles que estiverem com a crista do orgulho levantada...
Pois o fogo de Maat  queima os egos mais renitentes.
Ela é a devoradora das tolices humanas.
 
- Sr. Armandinho e Os Iniciados**** -
(Recebido espiritualmente por Wagner Borges.)
 
- Notas:
* A primeira parte desse texto está postada nesse link:
** Maat - a deusa da justiça na cosmogonia egípcia antiga.
*** Cármicas – do sânscrito, karma - ação, causa - toda ação gera uma reação correspondente; toda causa gera o seu efeito correspondente. A esse mecanismo universal os hindus chamaram carma. Suas repercussões na vida dos seres e seus atos podem ser denominados de consequências cármicas.
**** Os Iniciados - grupo extrafísico de espíritos orientais que opera nos planos invisíveis do Ocidente, passando as informações espirituais oriundas da sabedoria antiga, adaptadas aos tempos modernos e direcionadas aos estudantes espirituais do presente.
Composto por amparadores hindus, chineses, egípcios, tibetanos, japoneses e alguns gregos, eles têm o compromisso de ventilar os antigos valores espirituais do Oriente nos modernos caminhos do Ocidente, fazendo disso uma síntese universalista. Estão ligados aos espíritos da Fraternidade da Cruz e do Triângulo. Segundo eles, são “iniciados” em fazer o bem, sem olhar a quem.
 

Texto <1611><22/02/2018> 

Imprimir Email