1635 - HÁ ALGO MAIS... UM AMOR, UMA LUZ

1635 ha algo mais um amor uma luz
 
 
HÁ ALGO MAIS... UM AMOR, UMA LUZ.*
(Ajudando na Passagem Final de uma Entidade Sofredora)
 
Ainda agora, enquanto eu montava uma aula, um vento gelado soprou aqui...
Eu pensei que era por causa do fim do outono.
Contudo, o frio que senti era em meu coração.
Era diferente, sofrido, como um lamento espiritual.
Então, por clarividência**, eu vi a causa disso, na sala do meu lar...
Era uma entidade sofredora, em forma de moça de cabelos grandes e escuros.
Ela estava a cerca de um metro de distância à minha direita.
Atrás dela, a presença de um mentor do grupo dos Iniciados***.
Foi ele que a trouxe até aqui, para lhe dar a devida assistência extrafísica.
Ele a apoiava segurando-a pelos ombros, ao mesmo tempo em que orava.
Eu só a via da parte do peito para cima (ela estava vestida de preto).
Ela era linda, mas o seu olhar era tão triste e distante...
Por intuição, eu sabia que ela havia tirado a vida do próprio corpo.
Assim como em outros casos que vi antes, ela tiritava de frio.
E foi isso que eu senti em meu coração como uma friagem estranha.
Então, o mentor espiritual me pediu que eu exteriorizasse energias para ela...
E assim eu fiz, através das mãos, com respeito e serenidade, com amor e simpatia.
Eu a vi chorar muito, enquanto aquelas mãos sutis a amparavam...
Eu não sabia dos seus motivos, de onde ela vinha ou o que tinha feito.
Eu só sabia que era alguém com frio e que eu podia ajudar espiritualmente.
Depois de alguns minutos, ela caiu em sono e eu vi um clarão em sua cabeça.
Por experiência anímico-mediúnica de anos, eu sabia que era hora dela seguir...
Finalmente, as energias remanescentes do seu cordão de prata tinham se diluído.
Eu vi o mentor se afastando com ela e sumindo dentro de uma Luz...
Eu fiquei aqui, olhando a pálida claridade desse fim de tarde de outono.
Eu escutei, em meu coração, uma voz sutil me dizendo, por entre os planos:
“Obrigado! Agora essa irmã sofrida será atendida com muito respeito.
Esse trabalho de assistência espiritual não é meu e nem seu.
É trabalho do Amor Divino operando em todos os planos.
Felizes são todos os que sabem que o Todo**** está em tudo!”
Essa comunicação sutil era do mentor que sustentava a moça com tanto Amor.
Era a emanação de alguém sereno e lúcido, que faz o Bem sem olhar a quem.
Então, fiz o que o meu coração pediu: orei, em Espírito e Verdade.
E, assim, esse dia frio de outono virou primavera em meu lar...
Dia de assistência, como tantos outros ao longo dos anos, com Sol de Amor.
 
P.S.:
É fim de tarde fria na grande metrópole.
(E cadê a vontade de terminar de montar a aula?)
Então, eu fico pensando na magnitude da vida.
E no quanto é importante estar aqui.
Ah, eu não sei nada de grandes mistérios...
Eu só sei dessa gratidão que permeia o meu coração.
Eu sei dessa primavera no outono.
Eu sei de um Sol de Amor.
Eu sei daqueles que vivem além...
Eu sei que há algo mais...
Um Amor e uma Luz.
E o Todo em tudo.
 
Paz e Luz.
 
- Wagner Borges – mestre de nada e discípulo de coisa alguma.
São Paulo, 7 de junho de 2018.
 
- Notas:
* Esse foi o texto lido no oitavo programa “Clarinadas Espirituais”, e pode ser acessado nesse link: https://www.youtube.com/watch?v=pOudjs6vZIg
Obs.: Esses escritos serão inseridos no segundo volume do livro “Há Algo Mais... Um Amor, Uma Luz”, que estou revisando para publicação em breve.
(O primeiro volume do livro está disponibilizado para download gratuito nesse link: http://www.ippb.org.br/blog/livro-ha-algo-mais-um-amor-uma-luz).
** Clarividência – do latim, clarus - claro; videre, ver – é a faculdade perceptiva que permite ao indivíduo adquirir informações acerca de objetos, eventos psíquicos, cenas e coisas, físicas ou extrafísicas, através da percepção parapsíquica de imagens ou quadros mentais.
*** Os Iniciados - grupo extrafísico de espíritos orientais que opera nos planos invisíveis do Ocidente, passando as informações espirituais oriundas da sabedoria antiga, adaptadas aos tempos modernos e direcionadas aos estudantes espirituais do presente.
Composto por mentores hindus, chineses, egípcios, tibetanos, japoneses e alguns gregos, eles têm o compromisso de ventilar os antigos valores espirituais do Oriente nos modernos caminhos do Ocidente, fazendo disso uma síntese universalista. Estão ligados aos espíritos da Fraternidade da Cruz e do Triângulo. Segundo eles, são “iniciados” em fazer o bem, sem olhar a quem.
**** O Todo - expressão hermética para designar o Poder Absoluto que está em tudo. O Supremo, O Grande Arquiteto Do Universo, Deus, O Amor Maior Que Gera a Vida. Na verdade, O Supremo não é homem ou mulher, mas pura consciência além de toda forma. Por isso, tanto faz chamá-lo de Pai Celestial ou de Mãe Divina. Ele é Pai-Mãe de todos.
 

Texto <1635><15/06/2018>
 

Imprimir Email