1690 - HSIEN-TAO

 
 
1690 hsien tao
 
HSIEN-TAO
 
Para combater a mediocridade, mergulho no mais profundo Yin e encontro o mais puro Yang... Então, me transformo na essência da pérola* e dissolvo-me no Tao.
Eu sou agora o jarro cheio de néctar branquinho.
Vaporizo-me nessa brancura vital e espalho minha essência para todos os seres.
Eu sou Hsien-Tao, ouro e jade, néctar do Tao, gotejando a essência da cura do Amor e do equilíbrio nos nove mundos siderais**.
Os sábios extrafísicos aconselham:
“Sejam curadores de consciência.
Jorrem o néctar do Tao*** na mediocridade humana.
Sejam pérolas sutis na natureza.
Concentrem-se em Hsien-Tao****.
Sejam sábios, simples e felizes na vida dos nove mundos siderais”.
 
- Tao-Chi***** -
(Recebido espiritualmente por Wagner Borges – Texto extraído do livro “Viagem Espiritual – Vol. 3” – Editora Universalista - 1998.)
 
- Notas:
* A pérola é uma das referências taoístas para a transformação do chi nos centros energéticos (tan-tiens). Segundo esses mentores chineses, o próprio nome “Hsien-Tao” está cheio de chi. Por isso, eles aconselham a concentração da mente nisso (à
guisa de mantra), como poderosa técnica de ativação energética.
Obs.: Chi - do chinês - força vital, energia.
Dentro dos ensinamentos taoístas, a força vital é polarizada na natureza das coisas em dois aspectos fenomênicos: o Yin e o Yang, as alternâncias do Chi, as polaridades da energia.
** Nove Mundos Siderais – Trata-se de uma antiga metáfora taoísta para os planos extrafísicos.
*** Tao - do chinês - O Caminho; a Essência de tudo; O Todo.
Na verdade, o Tao não pode ser descrito ou explicado por palavras humanas. Por isso, deixo a cargo do sábio Lao-Tzé uma explicação mais apropriada:
"Há algo natural e perfeito, existente antes de Céu e Terra.
Imóvel e insondável, permanece só e sem modificação.
Está em toda parte e nunca se esgota.
Pode-se considerá-lo a Mãe de tudo.
Não conhecendo seu nome, chamo-o Tao.
Obrigado a dar-lhe um nome, o chamaria Transcendente."
- Lao Tzé - in "Tao Te Ching" – China; Século VI a.C.
**** Hsien-Tao - do chinês - "Os Imortais do Taoísmo"; "Os mestres taoístas".
Obs.: Os sábios taoístas eram considerados imortais, não pelo seu corpo físico, que também envelhecia, mas por evitarem a decrepitude espiritual e energética. Por isso, conservavam com muito cuidado o seu chi e o mantinham sempre jovial e flexível.
Eram sábios e bem-humorados, porque o seu chi era rico... e, por isso, o Tao os abençoou para sempre.
Quem quiser evitar a decrepitude espiritual, que sorria mais e desperdice menos tempo com querelas medíocres.
Os sábios do Tao-Chi aconselham:
“Sejam lúcidos e cheios de brilho”. 
*****>Tao-Chi - Equipe extrafísica de mentores ligados à atmosfera espiritual do Taoísmo. Originalmente eram duas equipes: a equipe Tao e a equipe Chi. Posteriormente, as duas equipes se fundiram numa só: Tao-Chi.
Esse grupo me passa ensinamentos oriundos do Taoísmo adaptados à realidade ocidental e aos estudos espirituais modernos, notadamente sobre as experiências fora do corpo e os estudos de Bioenergia.
São exímios manipuladores de energia e ajudam a muitos projetores extrafísicos.
(No livro “Viagem Espiritual – Vol. 3” há um capítulo inteiro contendo as orientações desse grupo chinês incrível, com o qual eu venho aprendendo muitas coisas ao longo da trajetória espiritual e humana).
 

Texto <1690><12/06/2019>
 

Tags: Wagner Borges

Imprimir