1705 - POETA NO LÓTUS OM*

 
 
1705 poeta no lotus om
 
POETA NO LÓTUS OM*
Nas Pétalas de um Grande Amor
 
Senhor dos Universos!
Caminhando pelas veredas do coração...
Encontrei o Seu precioso lótus vermelho sorrindo.
Suas pétalas exalavam a fragrância do amor sem fim...
 
Quedei-me em silenciosa reverência.
Lá fora, o vento da loucura açoitava a alma do mundo.
Mas, aqui no firmamento interior, eu observava o sol e a lua dentro do lótus.
Quanta luz e quanta fartura de paz, meu Grande Rei!
 
Entrei no centro do lótus vermelho e ele virou um lótus dourado.
Transformei-me com ele e agora sou uma de Suas pétalas sorridentes.
Deus da vida, o meu sorriso se transformou em Seu sorriso.
 
Busquei-O tanto, mas só O encontrei nas veredas do coração.
O sol e a lua estão sorrindo aqui...
O firmamento interior está cheio de Sua Ananda**.
 
Grande Rei!
Não tenho como descrever o amor que sinto...
Mas, rogo-lhe que inspire alguém da Terra...
Para dizer aos homens atormentados que o poeta se transformou em pétala***.
 
P.S.:
Como descrever isso em palavras para os homens que ainda leem meus escritos no mundo? Como dizer-lhes que suas chagas emocionais bloqueiam a percepção da essência divina sendo exalada dentro de seus próprios corações?
 
- Um Poeta-Pétala de Deus -
(Recebido espiritualmente por Wagner Borges)
 
- Notas:
* Om - do sânscrito - é o principal mantra da cosmogonia hinduísta; é o Verbo Divino (em sânscrito, Shabda ou Pranava), que vibra espiritualmente em todas as coisas. É o som da criação. É o canto de Deus em tudo. É o som espiritual dentro de todos os seres.
Resumindo: é o mantra do Todo em tudo!
** Ananda - do sânscrito – estado de bem-aventurança; êxtase espiritual; estado de felicidade transcendental.
*** Enquanto eu editava essas linhas, rolava aqui no meu som o mantra “asato ma sadgamaya”, da tradição védica (Upanishads) da velha Índia. Então, deixo, na sequência, os links do Youtube para duas lindas versões desse mantra luminoso.
Obs.: O mantra é esse aqui (do sânscrito):
“Asato Ma Sad Gamaya
Tamaso Ma Jyotir Gamaya
Mrtyor Ma Amrtam Gamaya”.
Tradução:
“Leva-me do irreal para o real.
Leva-me da escuridão para a luz.
Leva-me da morte para a imortalidade”.
  

Texto <1705><17/09/2019>
 

Tags: Wagner Borges

Imprimir Email