MANDALAS

Os símbolos geométricos sagrados e os poderosos sons criadores que deram origem ao Cosmo são os mais antigos meios de comunicação consciente entre o homem e o Poder Superior.

Em tempos imemoriais, os símbolos geométricos já eram usados, representando uma idéia, uma forma-pensamento grandiosa, na qual os mistérios da natureza divina foram registrados pelos seres elevados.

Através dos milhares de anos, essas idéias foram condensadas e tomaram formas, adquirindo padrões vibracionais próprios.

Esses símbolos são verdadeiras chaves vibracionais, que por intermédio dos Grandes Sábios foram passados através das gerações, do Oriente ao Ocidente. Durante muito tempo este conhecimento ficou esquecido pela humanidade, sendo redescoberto a pouco tempo. Na verdade, chegou o momento de usarmos novamente as lições passadas e tão esquecidas.

A humanidade está tendo uma nova chance, um novo reencontro com uma das chaves ancestrais para a evolução.

Cada homem tem um nome e uma forma física. O mesmo acontece com os seres divinos, cada um tem um nome e uma forma. Quando o pensamento se concentra em um nome e numa forma superior, os poderosos elementos adormecidos em seu subconsciente são despertados.

Yantras (1) e Mandalas são formas geométricas, servem para ajudar a concentração dando poder que consiste em ativar as forças ocultas da psique (2), assim como os mantras (3). Muitas culturas usam a meditação como meio para alcançar esse fim; existem muitos caminhos para o autoconhecimento, envolvendo o reconhecimento de que todos nós somos amor e estamos imersos, através do nosso Eu Superior, na consciência amorosa do Grandioso Espírito Criador.

A palavra Mandala significa "Circulo Mágico" e foi usada por Jung e outros pesquisadores da alma humana para representar o Espírito ou Psique.

Os índios Navajo usavam a estrutura da Mandala na forma de uma pintura na areia para harmonizar uma pessoa doente.

A contemplação das Mandalas ou Yantras é uma ajuda para a meditação. Cada símbolo sagrado é altamente evocativo e tem muitos níveis de significados sobre a verdade: é a realidade do Eu Superior. O verdadeiro sentido dos símbolos é comunicado em um nível mais profundo do que o do intelecto.

Ao concentrar-se nas Mandalas ou nos Yantras, uma nova imagem do mundo é criada, na qual o Ser entra em sintonia com o Poder Criador Espiritual, colocando em ação a própria força subconsciente. Então, a mente renova-se e torna-se criativa, despertando, assim, a imanência divina adormecida nas profundezas da Alma: e o verdadeiro poder é revelado.

As formas geométricas primordiais são utilizadas na Criação do Universo manifestado. Os símbolos geométricos são utilizados nas Mandalas e falam da origem do Cosmo e do homem. Os símbolos sagrados são a essência da consciência Universal, poderosos quando unidos aos sons dos mantras, e a mente humana ao entrar em sintonia se conecta com o Ser Absoluto, pois tudo provém de Deus, O Pai-Mãe de todos.

Os símbolos unidos aos sons são como botões interruptores que, quando acionados, dão resultados específicos. Eles representam a energia. São portais de acesso para outras dimensões, são verdadeiros satélites que transmitem idéias elevadas. Quando há perfeita conexão, eles funcionam automaticamente, e a mente é conectada com outros níveis de consciência, despertando o homem para uma lucidez consciencial maior.

Os símbolos sagrados da geometria não são apenas um sinal, mas algo que carrega em si uma energia correspondente. São uma representação e uma apreensão inconsciente das forças da natureza divina.


- Dirce Bustamante -

- Notas de Wagner Borges:
1. Yantra (do sânscrito): Diagrama esotérico utilizado para visualização criativa e concentração, principalmente em práticas iogues.
2. Psique (do grego): Alma.
3. Mantra (do sânscrito): Palavra oriunda de "Manas": Mente – e "Tra": Controle. - Literalmente, significa "Controle da mente".
Determinadas palavras evocam uma atmosfera superior que facilita a concentração da mente e a entrada em estados alterados de consciência. Os mantras são palavras dotadas de particular vibração espiritual, pois são palavras sintonizadas com padrões vibracionais elevados. São análogos às palavras-senhas iniciáticas que ligam os iniciados aos planos superiores.
Pode-se dizer que os mantras são as palavras de poder evocativas de energias superiores. Como as palavras são apenas a exteriorização dos pensamentos revestidos de ondas sonoras, pode-se dizer também que os mantras são expressões da própria mente sintonizada em outros planos de manifestação.

Imprimir