1638 - CORES DA ALMA - II*

1638 cores da alma ii
 
 
CORES DA ALMA – II*
 
Nossos sonhos, nossas escolhas...
Em cada desejo, as cores da nossa alma.
Em cada pensamento, as cores das nossas intenções.
Na sintonia das cores, somos o que somos.
Cada cor, uma revelação.
As pessoas usam máscaras, mas suas cores denunciam seus interesses.
Cada consciência carrega em torno de si mesma a atmosfera psíquica correspondente do que vive em seu íntimo.
 
* * *
 
Em torno das pessoas tristes, há camadas de nuvens cinzentas, acompanhando-as em seus passos no mundo. Elas portam fuligem psíquica aderida em seus chacras**, mas não sabem disso e sentem-se infelizes em qualquer contexto.
Há sombras psíquicas drenando suas melhores possibilidades de crescimento. São vítimas de seu temperamento sem transformação. Por isso, seus corações choram, perdidos, engolfados em emoções discordantes e conflitos internos de grande monta. Estão atoladas no inferno de si mesmas, mas sempre buscarão soluções fora de suas próprias consciências e discernimento.
Em contrapartida, há aquelas consciências trabalhadoras, ligadas à sintonia superior. Em suas auras***, inúmeras cores dançam no compasso dos bons pensamentos e dos sentimentos generosos. As luzes espirituais as acompanham em todo o percurso, físico ou extrafísico. Por onde vão, abrem novas fronteiras luminosas e deixam pegadas coloridas nos caminhos de muitos corações.
Há Seres de Luz guiando-as!
Elas não sabem integralmente da verdade, mas são canais espirituais das cores e muitas consciências inspiram seus pensamentos nas rotas do trabalho saudável.
Elas são um receptáculo das cores, canalizando-as por onde vão. Na verdade, as cores são suas irmãs.
 
* * *
 
No vermelho e no laranja, a vitalidade física e a estabilidade no mundo.
No amarelo, a limpeza das sombras e a saúde energética.
No verde, a simpatia e a cura, estabilizando Céu e Terra no coração.
No azul celeste, a pura expansão da espiritualidade integrada na criatividade.
No índigo, um oceano de percepções sutis.
No violeta, a suprema integração com o divino em si mesmo, a aceitação da própria Luz espiritual, pulsando em todos os seus corpos.
No rosa, um manancial de Amor.
No dourado, o ouro jorrando pelos seus chacras e enriquecendo a todos.
Na consciência trabalhadora viaja um mundo de cores virtuosas...
 
* * *
 
Nossos sonhos, nossas escolhas...
Nossos pensamentos e intenções determinam nossos atos e cores.
A repercussão disso é o nosso estado íntimo.
Se há sombras nas ideias, certamente haverá trevas projetadas à frente nos caminhos de quem as gerou.
Se há Luz nas escolhas e Amor nas aspirações, certamente haverá a dança das cores na aura e uma imensa riqueza espiritual projetada no mundo.
Esse é o ensinamento da natureza: nossa atmosfera psíquica é o resultado do que somos. Logo, a cada um segundo os seus atos.
 
* * *
 
Nossos sonhos, nossas escolhas...
Em cada passo, somos sempre nós mesmos.
Que cada um conscientize-se de que não há milagres na natureza, tudo é questão de sintonia.
Quem quiser Luz, que seja Luz!
Quem procura dramas, fique tranquilo: eles chegarão e encherão sua aura de sombras e elas espalharão o inferno da tristeza com toda eficácia.
Quem quiser elevar a sintonia, que largue o peso das aflições e esqueça os dramas. Basta erguer os pensamentos e fazer o coração sorrir internamente (cheio de cores amigas).
A consciência é forte, detentora da riqueza divina.
É só treinar as habilidades espirituais e nunca desistir dos bons princípios, mesmo em meio às adversidades.
Basta esforçar-se continuamente.
As cores virão por sintonia de objetivos...
 
* * *
 
A paz íntima é o prêmio das consciências diligentes no Bem.
Que o Amor os abençoe em seus trabalhos, individuais e grupais, pois onde há alguém disponibilizando os pensamentos e sentimentos a favor da Luz, não sobra espaço para as sombras do tormento agirem.
Paz em seus caminhos, serenidade nas escolhas, harmonia em seus corpos e muita Luz guiando-os nas jornadas, da Terra e além...
 
Paz e luz!
 
- Ramatís e Os Iniciados**** -
(Recebido espiritualmente por Wagner Borges.)
 
- Nota de Wagner Borges:
Esses escritos foram recebidos momentos antes de uma palestra na cidade de Canavieiras, no sul da Bahia, no ano de 2000.
 
- Notas do Texto:
* A primeira parte desse texto está publicada no meu livro “Viagem Espiritual” – Editora Zennex.)
** Chacras - do sânscrito - são os centros de força situados no corpo energético e que têm como função principal a absorção de energia - prana, chi - do meio ambiente para o interior do campo energético e do corpo físico. Além disso, servem de ponte energética entre o corpo espiritual e o corpo físico.
Os principais chacras são sete – que estão conectados com as sete glândulas que compõem o sistema endócrino: coronário, frontal, laríngeo, cardíaco, umbilical, sexual e básico.
Obs.: Ver o texto “Chacras e Cura Psíquica – II”, no seguinte link do site do IPPB: http://www.ippb.org.br/bioenergia/chacras-e-cura-psiquica-ii
(Para mais informações detalhadas sobre bioenergia, aura e chacras, ver a seção específica no site do IPPB, no seguinte link: http://www.ippb.org.br/bioenergia).
*** Aura – do latim, aura - sopro de ar – halo luminoso de distintas cores que envolve o corpo físico e que reflete, energeticamente, o que o indivíduo pensa, sente e vivencia no seu mundo íntimo; psicosfera; campo energético.
**** Ramatís - sábio mentor espiritual.
Para mais informações sobre ele, basta acessar o seguinte link do site do IPPB:
Os Iniciados - grupo extrafísico de espíritos orientais que opera nos planos invisíveis do Ocidente, passando as informações espirituais oriundas da sabedoria antiga, adaptadas aos tempos modernos e direcionadas aos estudantes espirituais do presente.
Composto por amparadores hindus, chineses, egípcios, tibetanos, japoneses e alguns gregos, eles têm o compromisso de ventilar os antigos valores espirituais do Oriente nos modernos caminhos do Ocidente, fazendo disso uma síntese universalista. Estão ligados aos espíritos da Fraternidade da Cruz e do Triângulo.
Segundo eles, são “iniciados” em fazer o bem, sem olhar a quem.

Texto <1638><07/07/2018>
 

Tags: Wagner Borges, Projeção da Consciência, Viagem Astral, Viagem Espiritual

Imprimir