1640 - VIVER VALE A PENA!

1640 viver vale a pena
 
 
VIVER VALE A PENA!
(Ser Luz é Ser Feliz)
 
Nem sempre as coisas são como parecem ser.
Turbante na cabeça não significa maestria alguma.
Renegar a vida humana nada tem a ver com iluminação.
Negar o valor do corpo – veículo sagrado – é desrespeitar a Terra.
Não ver o sagrado em tudo, é ser profano!
Conhecimento não é sabedoria; servilismo não é humildade.
Mais vale o materialista que realiza algo do que o espiritualista teórico.
Um abraço cálido passa mais luz do que um diploma de mestre bioenergético.
Duas montanhas são imensas, mas não podem se abraçar. Duas pessoas podem.
Escalar o Himalaia não significa iluminar-se. Cabras fazem isso diariamente.
Ir à Índia ou a Machu Picchu não é o mesmo que viajar pelo céu do coração.
Carma* não é vingança divina e reencarnação não significa descer para sofrer.
Quem carrega o inferno em si mesmo, a tudo condena...
Falar de perdão não significa perdoar. Há pregadores religiosos cheios de ódio.
Sair do corpo** é normal, fenômeno estranho é viver sem horizontes maiores...
Para quem congelou o próprio coração, o mundo inteiro parece o Ártico.
Quem está triste, vê tudo cinzento. No entanto, além das nuvens, o sol brilha...
Que manto dourado ou roupa nova poderá fazer brilhar um coração egoísta?
Não importa quem você foi em outra vida. Vale mais o que você faz agora!
Viver é muito mais do que só existir. E fica melhor quando se é feliz.
 
P.S.:
Há um ditado popular que diz, quando alguém é encrenqueiro: “tal pessoa é casca de ferida!”. Do ponto de vista da clarividência***, isso está certo! Há auras cheias de feridas energéticas.
É que as complicações psíquicas das pessoas ficam registradas no campo energético delas mesmas... O efeito de suas encrencas gravita em torno de seu próprio perímetro energético – a aura****.
E faixas escuras envolvem seus chacras***** e abrem portas psíquicas para as obsessões invisíveis. Suas feridas explodem no ar à sua volta, revelando, no Astral, o que se passa por dentro do ser. No plano físico ninguém percebe, mas, no extrafísico, tudo fica evidenciado de forma bem clara.
Isso independe de raça, credo ou sexo. Cada um projeta, em torno de si mesmo, tudo aquilo que já está em seu coração. E, como as energias seguem os pensamentos e sentimentos, é natural que, para quem guarda trevas em si mesmo, tudo fique opaco.
Para se curar disso e fechar as feridas psíquicas, só há um remédio: ser feliz!
E, para quem estuda e vivencia a temática espiritual e sabe que a realidade não é apenas o que se vê, isso se torna mais evidente a cada desenvolvimento.
Alguém feliz ajuda a humanidade, naturalmente, pela sua própria irradiação energética sadia.
Viver vale a pena!
 
- Wagner Borges – mestre de nada e discípulo de coisa alguma.
(Texto extraído do livro “Flama Espiritual” – Edição de autor – 2008.)
 
- Notas:
* Carma - do sânscrito, karma - ação; causa – é a lei universal de causa e efeito - tudo aquilo que pensamos, sentimos e fazemos são movimentações vibracionais nos planos mental, astral e físico, gerando causas que, inexoravelmente, apresentam seus efeitos correspondentes no universo interdimensional. Logo, é óbvio que não há efeito sem causa, e os efeitos procuram naturalmente suas causas correspondentes. A isso os antigos hindus chamaram de carma.
** Projeção da consciência – é a capacidade parapsíquica - inerente a todas as criaturas -, que consiste na projeção da consciência para fora de seu corpo físico.
Sinonímias: Viagem astral – Ocultismo.
Projeção astral – Teosofia.
Projeção do corpo psíquico - Ordem Rosacruz.
Experiência fora do corpo – Parapsicologia.
Viagem da alma – Eckancar.
Viagem espiritual – Espiritualismo.
Viagem fora do corpo – Diversos projetores extrafísicos e autores.
Emancipação da alma (ou desprendimento espiritual) – Espiritismo.
Arrebatamento espiritual - autores cristãos.
*** Aura – do latim, aura - sopro de ar – halo luminoso de distintas cores que envolve o corpo físico e que reflete, energeticamente, o que o indivíduo pensa, sente e vivencia no seu mundo íntimo; psicosfera; campo energético.
**** Clarividência – do latim, clarus - claro; videre, ver – é a faculdade perceptiva que permite ao indivíduo adquirir informações acerca de objetos, eventos psíquicos, cenas e coisas, físicas ou extrafísicas, através da percepção parapsíquica de imagens ou quadros mentais.
***** Chacras – do sânscrito – são os centros de força situados no corpo energético e têm como função principal a absorção de energia – prana, chi – do meio ambiente para o interior do campo energético e do corpo físico. Além disso, servem de ponte energética entre o corpo espiritual e o corpo físico.
Os principais chacras são sete, que estão conectados com as sete glândulas que compõem o sistema endócrino: coronário, frontal, laríngeo, cardíaco, umbilical, sexual e básico.
Obs.: Ver o texto “Chacras e Cura Psíquica – II”, no seguinte link do site do IPPB: http://www.ippb.org.br/bioenergia/chacras-e-cura-psiquica-ii
(E, para mais informações detalhadas sobre bioenergia, aura e chacras, ver a seção específica no site do IPPB, no seguinte link: http://www.ippb.org.br/bioenergia).
 

Texto <1640><18/07/2018>
 

Tags: Wagner Borges, Projeção da Consciência, Viagem Astral, Viagem Espiritual

Imprimir