PRÁTICA DE AMÓN-RA

Nessa prática trabalhamos com o chacra frontal*. É um ótimo exercício para quem deseja ativar este chacra e sentir a energia do maravilhoso deus egípcio Amón-Ra**.

PREPARAÇÃO BÁSICA: para realizar esta prática, dê preferência a um ambiente calmo onde você não seja interrompido. Selecione uma música tranqüilizante e deixe tocando durante toda a prática. Para este exercício, recomendo uma música que lembre o Egito. Caso não tenha, o exercício pode ser realizado com qualquer outra música desde que seja tranqüilizante e favoreça a meditação.

Se puder, trabalhe em ambiente de penumbra, com um abajur, ou se preferir, utilizar uma vela (lembre-se sempre de acomodá-la bem, e longe de madeiras, panos ou papéis, para que não haja risco de incêndio caso você durma logo após a prática).

Prefira fazer suas práticas sem brincos, pulseiras ou relógios, sem roupas apertadas.


PROCEDIMENTOS PRÁTICOS:

1. Fique em uma posição confortável, de preferência sentado, pois deitado é mais fácil de acabar pegando no sono.

2. Tente sentir a música entrando em seu corpo, sinta a música dentro de você, entrando em seus ouvidos, passando pelo tímpano, tomando toda sua cabeça, depois descendo, invadindo seus braços, tórax, membros inferiores...

3. Volte sua atenção para sua cabeça, e imagine que há uma imensa bola de energia amarela, bem brilhante, que envolve toda sua cabeça. Essa bola é como o sol. Tente sentir o calor que emana dela, a força que ela transmite, a vida que ela alimenta.

4. No seu chacra frontal, visualize uma cruz Ankh*** (ou cruz ansata) e mentalize o mantra "Amón-Ra". Se preferir, pode entoar o mantra. Fique assim, o tempo que achar necessário.

5. Agradeça aos seus amparadores extrafísicos e agradeça a si mesmo pela prática realizada. Sinta-se bem!


- Chrys Altran -

- Notas:
* No Chacra Frontal é possível acontecer lampejos ou flashs ao realizarmos a visualização. É uma reação normal ao estímulo deste chacra, situado no centro da testa.
** Amón-Ra: Deus egípcio, considerado a divindade ligada fortemente ao sol.
*** Ankh: considerada pelos os egípcios a Chave da vida. O eixo vertical representa o caminho do discípulo; o eixo horizontal representa o seu limite. Para além encontra-se o círculo, símbolo da consciência espiritual que emerge do caos.

Imprimir