CHEGA DE CONHECIMENTO!

Quero partilhar momentos;
Dividir sorrisos;
Comungar intentos;
Encontrar amigos.

Quero expandir amor;
Rejeitar perigos;
Evitar a dor;
Construir abrigos.

Chega de conhecimento!

Quero acreditar em mim e poder fazer.
Quero crer no mundo e viver prazer.
Quero pensar na paz e dela ser capaz.
Quero viver, quero amar, quero correr...

Fora do corpo voar, volitar, conhecer e trabalhar...
Desvendar dimensões, descobrir campeões e vivenciar...
Encarar mistérios, elaborar provérbios, elevar critérios,
Sempre conhecer.

Quero servir amando e amar servindo.
Quero aprender ensinando e ensinar aprendendo,
Quero servir aprendendo, ensinando e ser feliz.
Chega de Conhecimento!

Desejo me colocar aos pés do Cosmos e me dispor em súplicas:
"Venha, leve-me ..."
“Coloco-me humildemente a seus pés..."
"Que a justiça seja feita e a verdade, inolvidável..."
"Que o amor seja incomensurável".

Chega de conhecimento!

Coloco-me no lugar mais justo, simples, efetivo e verdadeiro;
Coloco-me no lugar que for preciso despojadamente.
Quero ser o que sou, nada mais, nada menos e me enquadrar justamente no fluxo natural do processo cósmico.

Chega de conhecimento!
Desejo sabedoria!

Mesmo que eu tenha que descer aos "abismos" da humildade;
Mesmo que eu tenha que ser "violentado" pela verdade;
Mesmo que seja necessário verter lágrimas amargas de autoconhecimento;
Mesmo que seja obrigado a explodir "rochas" de meu coração.

Para que eu possa subir as montanhas da felicidade;
Para que eu possa percorrer os campos da assistencialidade;
Para que eu possa voar nas pradarias do seio da divindade.

Então declaro:
Chega de conhecimento, desejo sabedoria!

De nada vale a técnica sem coração.
De nada vale o parapsiquismo sem consciencialidade.
De nada vale a projeção astral sem assistencialidade.

- Dalton -
 

Imprimir