NA PRESENÇA DO MESTRE

Nesta noite iluminada
Sinto a vossa presença, Mestre Jesus.
Uma presença iluminada e bondosa,
Não aquela depositada um dia, numa cruz.
E ao teu lado, me ponho a chorar,
E tu me dizes, em pensamento:

“Porque choras, se tudo está ao teu alcance?
Aproveita a oportunidade, estude e venha para o Alto!”
E me sinto, assim, cada vez mais pequenino.
Na verdade, me sinto um menino,
Diante de tanta luz, tanto conhecimento e evolução.
E as lágrimas são inevitáveis, de tanta emoção.
E novamente, me sinto tocado, e me inflo de amor.
Amor por tudo e por todos, amor sem sentido.
Mas na verdade, ele me diz que esse é o
Verdadeiro sentido do amor.
E me ponho a orar, e agradecer pela oportunidade,
E pelo carinho, e por tudo que tenho aprendido.
E uma voz, lá ao longe, me diz:

“Irmãozinho, você está só iniciando a jornada!
Persevera, caminha, luta e aprende.
Estes são os quesitos para chegar ao Alto!
Não desista! Contamos contigo.”

E me ponho a pensar, nas tolices da vida,
Que tantas vezes parecem importantes,
Mas que perto de ti são tão distantes
Da realidade evolutiva espiritual.
E me ponho a meditar, com intenção de te ver.
E te vejo tão diferente do que eu pensei.
No lugar daquele homem de barba e cabelos compridos
Vejo uma luz imensa, brilhante, que pulsa amor.
Como um coração, que irradia um só sentimento puro:
Amor!
E me sinto tocado novamente, e é impossível resistir.
As lágrimas descem, sem intenção.
Não posso segurar...
Peço desculpas, por não saber me controlar,
E tu simplesmente diz:
“Seja você!”
E passo a voar, pelo espaço sideral,
De tão solto e feliz que estou,
Pela grande oportunidade vivida,
E pela emoção que no fundo, meu coração tocou.
E no meu retorno, continuo a pensar...
E as lágrimas, mais do que antes, continuam a rolar,
Pois é impossível conceber algo tão sublime
Diante da minha imensa imperfeição.
E uma voz, lá de longe, me diz:

“Tu estás sempre a me procurar, querido irmãozinho,
No mais alto dos seus, na profundidade do oceano,
Na mais alta montanha e no mais profundo vale.
Mas lembre-se, e diga a todos:
Quando quiserem falar comigo,
Basta abrir o coração.
Lá é onde estou, e sempre estarei,
Até que um dia tu me retires de lá.
E mesmo que um dia, tu me retires do seu coração,
De bem perto, vou te acompanhar, meu irmão.
Pois somos unidos pelo mesmo princípio.
E te espero, um dia, junto a nós, em nossa comunhão.
Faça do pensamento a palavra,
Faça da palavra uma oração.
Mostre o que, na verdade, eu te ensinei:
A capacidade de entender o que existe no seu coração.
Utilize sua inteligência com afinco,
Sempre em prol do beneficio seu, ou de alguém.
Faça das suas mãos uma ferramenta
Para reformar o móvel velho que existe no mundo material.
E nunca esqueça, ao termino do trabalho,
De dar uma mão de verniz, com amor,
Para que esse trabalho cresça,
E o resultado seja eterno.
Venham ao Alto, vós que pensam ser pequeninos,
Mas que são maiores do que podem imaginar!
Lembrem-se que o acaso não existe,
E que unidos vocês estão
Num só pensamento, num só coração,
Auxiliando aqueles que vos procuram,
Pois é assim que cumprimos a nossa missão.”

* * *

Que a paz do Pai possa inundar a todos que lerem esta mensagem.
E se as lágrimas rolarem, não faz mal.
Elas servem, inclusive, para libertar o coração!
Que a Paz de Jesus possa acompanhar a todos, hoje e sempre!

- Fernando Golfar -
São Paulo, 13 de agosto de 2003.



P.S.: Wagner, tudo bem?
Gostaria de compartilhar esse momento de inspiração que senti, após aquele magnífico encontro de ontem (reunião do grupo de estudos e assistência espiritual do IPPB). Foi algo muito forte, e é quase indescritível.
Fui para casa, sentindo meu coração pulsar de alegria e amor, e foi quase que impossível deixar de tentar escrever aquilo que sentia.
Obrigado pela Oportunidade.

- Nota de Íris Poffo (também participante do grupo de estudos e assistência espiritual do IPPB, e colunista da revista on line do site):

RECADO DE UMA PESSOA AGRADECIDA ESPIRITUALMENTE

Na quarta-feira, dia 13 de agosto de 2003, no IPPB - Instituto de Pesquisas Projeciológicas e Bionergéticas, depois da abordagem do Prof. Wagner Borges sobre ataques extrafísicos, assistência extrafísica ao umbral e ambientes densos, onde se concentram espíritos sofredores, fizemos um trabalho maravilhoso com expansão da consciência e doação de energia amorosa. Pouco antes do encerramento, fomos presenteados com uma breve mensagem de agradecimento de uma destas pessoas desencarnadas que foi beneficiada. Quero compartilhá-la aqui.
O texto está transcrito na seqüência:

“Saudações a todos vocês que dedicam um pouco do seu tempo a esses estudos e a esse trabalho tão legal de doação de energia amorosa a todos nós que estamos aqui. Sabe, nem sempre é fácil descobrir que se está deste lado. Bate muita saudade da vida daí, dos amigos, das coisas que fazíamos!
Antes de vir para cá, eu e um monte de gente nem sabíamos dessas coisas que vocês já sabem. Vocês são uns privilegiados!
Eu vim só para agradecer este toque legal que vocês passaram. Vamos estudar e aprender também. Percebemos que quanto mais vocês se elevam, melhor nós ficamos por aqui. Obrigado pessoal, muito obrigado mesmo.
Vê se vocês aproveitam melhor a vida por aí...
Não se chateiem muito com o serviço, com problemas de família, com o trânsito e tantas outras coisas que incomodam. Pratiquem mais tudo isso que vocês estão aprendendo e curtam mais a sua vida, aproveitem mesmo!
A vida vale muito a pena ser vivida, seja aí, seja aqui!”

(Recebido espiritualmente por Íris Poffo*.)

- Nota:
* Para maiores detalhes sobre o trabalho de Íris, ver sua coluna na revista on linde de nosso site.

Imprimir